Treino - Christopher den Adel

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Treino - Christopher den Adel

Mensagem por Klaus Kauffman em Qua Jan 14, 2015 8:53 pm




treinamento


As regras são simples:
- Post com no mínimo vinte (20) linhas.
- Um post por vez apenas.
- Treinos Individuais são one-post, por isso necessitam de ser mais elaborados.

A sala era bem iluminada. Havia um tatame no centro do chão. Ao lado encontrava-se vários equipamentos para treino. Desde arco e flecha à kunais e katanas, porém todas sem machucar alguém. Não tinha qualquer pessoa no local, era um local reservado apenas para eles. Eles iriam usar tanto seus poderes quanto suas habilidades físicas.

Bom treino!





© Creado por Theta Sigma
avatar
Klaus Kauffman

Mensagens : 585
Data de inscrição : 03/12/2012

Perfil Sobrenatural
Nível: 24
Poderes:
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino - Christopher den Adel

Mensagem por Christopher Den Adel em Ter Jan 20, 2015 8:12 pm




Tomorrow's way too far away


Baby, I’m preying on you tonight
Hunt you down, eat you alive
Estava dormindo calmamente, fazia algum tempo desde a última noite que dormi assim. Tinha sempre pesadelos, dos mais diversos, desde um simples escorregão do qual eu acordo em um pulo até aquele que sou morto por alguns vampiros. Sentia minha energia revigorada, era bom estar assim novamente. Ao levantar estalei os dedos, caminhando até a cozinha onde meu café acabava de passar, adoro a tecnologia. Servia do café enquanto lia as notícias nos jornais, procurando qualquer ataque de animal ou coisas do gênero. Sempre fiz isso e era bom em localizar coisas erradas, os ataques de animais, normalmente acabava com um ou dois vampiros mortos, pelo menos quando eu ia ao seu encontro.

Deixei as notícias de lado, não tinha nada interessante, arrastando os chinelos fui ao meu quarto onde tirei o pijama e coloquei um moletom cinza e uma regata, azul, os vampiros não tem poder sobre mim, não preciso de verbana, mas por força do habito de quando era um simples mortal, carrego alguns colares com a planta, agora com lobos por ai também wolfbane. Antes prevenido. Gosto da pulseira que ganhei um dia, tem um valor especial para mim, por isso nunca a tiro, só para dormir. Estava tudo tranquilo demais, decidi ir treinar.

Coloquei o tênis amarrando ele bem firme, e fui correndo, assim chegava aquecido, já começando o treino mais pesado. Peguei meu celular os fones e coloquei no ouvido colocando um som para curtir a corrida. Tinha uma lista bem diversa começando por AC/DC passando por Beastie Boys, tendo um leve toque de David Guetta e também Jason Derulo. Apertei o play e comecei meu trajeto.

Corria concentrado, mas apenas correr não tem graça, tenho um dom de baixo da manga, subia nos carros, quando percebia que estava sozinho saltava por eles, era exatamente como um praticante de parkour, as árvores e as cercas não se livravam dos meus saltos, mortais e de escalada. Mas a melhor parte foi correr de dois Pitbulls que escaparam da guia, pobre animal quando virei a esquina, parei e em vez de continuar correndo abaixei na altura deles, como se fosse atacá-los, movi tão rápido colocando-me ao seu lado que os pobres animais, correram de mim. Um sorriso malicioso surgiu nos meus lábios e continuei o meu caminho.

Entrei na sala, já estava suado, cai no chão fazendo algumas flexões, força do hábito. Work Bitch! Mas não sentia nada, então amarrei alguns pesos no meu pé, em torno de cinquenta quilos em cada pé e, agora sim, fazia algumas barras. Mas mesmo assim era difícil achar pesado, as repetições me cansava, porém não achava pesado. Não sei porque, mas lembrei da garota, Emily, tinha que ir em sua casa logo mais, não sou o tipo de cara que some.

Uma música animada tocava acho que era Righ now, ensaiei alguns socos no ar, uma sequência muito rápida de jabs e diretos, o som da minha respiração era audível e já aparentava alguém cansado, estava apenas começando baby. Intercalei alguns chutes e saltos, sempre com movimentos muito rápidos, difícil um simples humano fazer. Sentia minha boca seca e o suor escorrer pelo meu rosto, era hora para uma pausa para a água.

Limpei o suor do meu rosto com uma toalha, joguei de lado, bebia da água fresca lentamente, tirei a camisa assim era melhor. Olhava para as armas na lateral, me identificava com uma em especial, um bastão de madeira para muitos, mas para mim é Bō, uma arma japonesa geralmente feita de bambu, para ter maior mobilidade.

Caminhava para o centro da arena, com o  Bō na mão, tirei os fones, precisava ficar concentrado. Minha respiração é lenta e controlada, sequer parecia que respirava. Segurava o bastão com minhã mão esquerda firmemente, o deixando paralelo ao chão, segurei com a direita, quando achei que estava concentrado o suficiente, isso demorou uns cinco minutos para começar a girar o  Bō com ambas mãos. Era o movimento inicial. Fiz algumas vezes até sentir a firmeza necessária para atacar meu oponente a frente, escorava minhas mãos de maneira segurar em uma das pontas e no meio do  Bō, deixando a parte de cima maior, assim atingiria a cabeça do oponente. Voltai ao movimento inicial, agora alternando entre meias voltas, sendo impedidas pelo meu braço, apenas meia lua de baixo para cima, do lado direito e esquerdo do meu corpo. Trançava as mãos fazendo um ataque paralelo ao chão na cabeça do meu oponente. Comecei a girar o Bō rapido e o soltei no ar dando um chute no ar e queria pegá-lo, mas o acertei.

Calmamente peguei o bastão do chão, agora tinha um alvo, minha garrafa de agua na cabeça do manequim. Girei rapidamente o Bō e o soltei no ar e, chutei, pegando o bastão por entre minhas pernas, um chute preciso a garrafinha voava para longe e eu voltava para meu celular, guardando o bastão. Estava bom para uma manhã de treino. Estava suado, mas não cansado, estava com sede, sede de encontrar um vampiro na minha frente.

Sentei olhei para o meu corpo, vendo parte da tatuagem se formar, ainda tinha que matar muitos vampiros. Joguei a camiseta em cima do ombro, os fones dentro do ouvido e segui meu caminho para casa.




At Gyn, with me, myself and I
(c)
avatar
Christopher Den Adel
The Five
The Five

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/11/2014

Perfil Sobrenatural
Nível: 11
Poderes:
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino - Christopher den Adel

Mensagem por Klaus Kauffman em Qui Jan 22, 2015 8:18 pm




avaliação


O treino me pareceu corrido, como se você estivesse com pressa de terminar logo. Este fato o deixou sem graça e sem empolgação. Gostei da parte de controlar a água, mas isso foi pouco detalhado também.

Recompensas

- 100 xp
- 1x Bō





© Creado por Theta Sigma
avatar
Klaus Kauffman

Mensagens : 585
Data de inscrição : 03/12/2012

Perfil Sobrenatural
Nível: 24
Poderes:
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treino - Christopher den Adel

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum