O Bosque

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Bosque

Mensagem por Alexander Kauffman em Sex Dez 05, 2014 10:00 pm




"O Bosque"
Um bosque particular cujo foi cultivado para esconder segredos da família em seu interior, por isso tem esse nome. Contém uma cachoeira interna e uma caverna. Para aqueles que acharem que entrar é fácil cuidado, bruxos que não contém o sangue da família começam a ter ilusões torturantes e vampiros se sentem confusos, por mais que pareça uma "bosque comum" os vampiros terão de ser convidados também para que perambulem por ali.



© Creado por Theta Sigma
avatar
Alexander Kauffman

Mensagens : 70
Data de inscrição : 08/05/2013

Perfil Sobrenatural
Nível: 28
Poderes:
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Bosque

Mensagem por Jackson Kenner em Qua Jan 28, 2015 9:21 pm


You're saving us

Naquele dia eu acordei com vontade de caminhar pela propriedade de minha família, eu havia finalmente superado o fato de que possuía um pai e toda uma gama de parentes que eu desconhecia, mas na maioria me queriam bem. Percebi que eu tinha muitas semelhanças físicas com meu pai e meu tio Fred, por serem gêmeos, mas meu modo de ser e agir eram cópias exatas de meu avó, Mark. Uma coisa engraçada era que todos ali pareciam temer o patriarca, mas eu não tinha esse medo, na verdade ate o achava bonzinho, principalmente com Lee.

Durante o mês que havia se passado, aprendi muita coisa sobre minha família, meu tio Mikhael iria se casar e estava preparando o casamento com tanto esmero que chegava a ser um pouco irritante. Dia a após dia ele achava algo para ser mudado e atrasava mais ainda a data de seu grande dia com Enzo, uma coisa sobre Enzo, ele é como se fosse um segurança da família, mas um que possamos mandar, ele faz tudo o que nos quisermos, basta dizer e será atendido. Sempre tive empregados, mas nenhum como ele.

Caminhei pelos jardins ate finalmente encontrar um lugar um pouco mais sossegado, o bosque era bem bonito e tinha diversas espécies de plantas, acredito que meu avó retire daqui alguma de suas poções. As árvores deixavam o lugar com um ar mais frio, mas aconchegante ao mesmo tempo, apertei o casaco que vestia e continuei a andar. Eu apenas conseguia pensar no que meu pai estava passando, sua esposa, a senhora Mia, havia sido transformada em vampiro e ninguém sabia por quem.

Por um lado, meu pai poderia dizer que tinha a vida completa, um filho e uma esposa, mas eu sabia que ele sentiria pelo resto da vida, o fato de não ter um filho com a mulher que ele realmente ama. - A vida, não é fácil Nate.  - Repeti para mim, algo que minha mãe sempre me dizia, parecia que ela sabia que iria morrer, respirei fundo, não queria chorar, não podia. Havia prometido a Alex, que não choraria, mas era triste lembrar de minha mãe e saber que ela nunca mais me abraçaria.
© Lotus Graphics

TAG: Slaint's.
avatar
Jackson Kenner
Werewolf
Werewolf

Mensagens : 18
Data de inscrição : 08/12/2014

Perfil Sobrenatural
Nível: 22
Poderes:
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Bosque

Mensagem por Marianne Elizabeth Ludwig em Sex Jan 30, 2015 10:27 pm

The Doppelgänger


Ainda estava me acostumando a ser quem eu era. Era difícil controlar e tinha horas que perdia a noção das coisas, era tudo muito novo, mas era preciso... Não tinha escolha, não é mesmo? Eu era uma vampira recém transformada, repetia diversas vezes. Assim que abri os olhos, notei que Alex não estava na cama, a relação havia sido um pouco abalada. Alex jurou se vingar de quem tinha feito isso. Soltei um leve suspiro enquanto começava a minha rotina, ainda estava me acostumando com tudo ao meu redor. Encarava o quarto e a mansão por inteira. Eu viveria aqui agora, estava casada e tinha que ser quem eu era, alguém que os Slaints odiavam, mas me acolheram tão bem. Peguei uma maça na cozinha, não vi ninguém, melhor assim. Decidi explorar o que me aguardava, corri pelo bosque e deixei-me levar até diante do pequeno que garoto. Encostei-me na árvore e o encarei, ouvindo-o falar. - Não é nada fácil para ninguém, pirralho! - Sorri maliciosamente e dei uma dentada na maça. - O que faz aqui sozinho? Não deveria estar dormindo, ou brincando?! - Desencostei-me da árvore e me aproximei, olhando em sua jugular. Estava com fome, a maça não iria resolver o meu problema mesmo, então a joguei fora. Alimentar-me de uma criança indefesa e principalmente, filho de Alex. Filho de outra mulher, um fruto de desleixo do bruxo. Meu sorriso perverso estampava minha face e então parei diante do menino. Havia traços de Alex nele e principalmente da mulherzinha safada que fora a mãe dele. - Sei que não sou sua mãe e nem quero ser sua mãe. Sou linda e nova demais para bancar a mãe que você jamais vai ter, então se eu fosse você, ficaria bem longe de mim e se possível de Alex também. Você poderia ter ido para qualquer conta de família de onde sua mãe veio, mas veio justamente para a MINHA? Não irei te aceitar como filho, jamais! - Cuspi as verdades na cara do garoto. Eu queria vê-lo tão mal quanto eu estava por estar aqui, por ter ficado aqui. - Sua mãe foi uma vadia que se aproveitou do MEU marido e agora você veio arruinar a minha vida, mas será ao contrário pirralho! - Soltei um riso alto e abafado, respirando profundamente antes de fechar os olhos e tentar me controlar. Eu tinha que me controlar, não podia deixar as "emoções" tão altas assim. Eu não era assim. Eu costumava ser gentil, meiga e que entendia a todos. Não podia ser o que eu era agora. Abri meus olhos e minha expressão mudara, havia lágrimas em meus olhos e encarei o garoto, aflita. - Me perdoe... - Tentei me lembrar do nome do menino, Nathaniel? Nathan! - ...Nathan. Eu não sou assim. Está tudo muito confuso. A transformação, Alex só querer buscar vingança, a indiferença. Sinto tudo ampliado e quando soube de você, piorou tudo... Me perdoa? - Olhei no fundo dos olhos do menino, as lágrimas ainda escorriam pela minha face. Eu não sabia como controlar isso tudo, algo dentro de mim implorava para fazer o oposto do que eu tinha que fazer.

TAG: Nathan
avatar
Marianne Elizabeth Ludwig
Vampire
Vampire

Mensagens : 39
Data de inscrição : 12/07/2013

Perfil Sobrenatural
Nível: 17
Poderes:
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Bosque

Mensagem por Jackson Kenner em Dom Fev 01, 2015 3:23 pm

You're saving us

A vida poderia ser realmente um pouco mais fácil, mas eu sabia que tudo ainda iria piorar. A esposa de meu pai havia sido transformada em vampira, e tudo aquilo por mais tranquilo que fosse, meu pai, meus tios e ate meu avó me tratavam muito bem, mas ter uma madrasta do jeito que eu passei a existir na vida de todos, era complicado, por mais que ela fosse humana, como vampira, recém transformada, com todas as emoções muito ampliadas. Mia respondeu a minha fala como se eu fosse nada menos que um lixo.

Estou apenas andando, senhora. - Eu me manteria a minha face educada, pelo menos eu tentaria. Respirei fundo quando ela começou a falar de minha mãe, meu sangue ferveu, mas eu me controlaria, afinal eu era o novato na família. - E a senhora não precisa se preocupar com nada, é jovem demais para ser mãe, afinal não tem culpa de minha existência. - A frase saiu educada e polida, os sentimentos todos camuflados, eu sabia que ela poderia sentir algo por ser vampira, mas eu não demonstraria nada.

Fechei os olhos e respirei fundo, sem querer uma rajada de vento nos cortou, era causada por mim. - Devo-lhe dizer que, minha mãe era a única família que eu possuía, então era direito legal meu viver sobre a tutela de meu pai. - Havia uma certa provocação em minha frase, eu iria respeitá-la, mas falar sobre minha mãe, do modo como ela falava, era demais para mim. A próxima fala dela fez meu sangue subir a cabeça e por um momento eu perdi o controle. Os ventos ficaram mais fortes, raios começaram a cantar no céu.

MEU PAI, me alertou bem sobre a transição, ele me disse que a mesma trás a tona o lado mais intimo de alguém.  - Eu esperava que ela entendesse o que eu dizia, que no fundo ela era o que estava dizendo, que ela havia se tornado o um verdadeiro monstro. - Não se esqueça, que por mais que você seja esposa dele, eu tenho o sangue, o que será mais forte? - Era uma pergunta capciosa, e eu esperava que ela caísse na provocação.

Logo depois Mia mudou de personalidade, me dizendo coisas que mudariam tudo para qualquer pessoa, mas eu não era qualquer pessoa. Olhei para meu pulso, fazendo um corte telecinético no mesmo, doeu, mas eu não chorei, o sangue brotou e começou a pingar, o corte era fino, como dois pontos, exatamente como uma mordida de vampiro. - Eu posso lhe perdoar senhora, mas sabe, não gosto que falem do modo como disse. - Agora eu tinha que esperar duas coisas, a primeira que ela me atacasse e a segundo que alguém aparecesse para ver a cena.
© Lotus Graphics

TAG: Slaint's.
avatar
Jackson Kenner
Werewolf
Werewolf

Mensagens : 18
Data de inscrição : 08/12/2014

Perfil Sobrenatural
Nível: 22
Poderes:
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Bosque

Mensagem por Derek Parker em Dom Fev 01, 2015 4:05 pm


We are a family
- AAAAAAAAAAAAAARGH! - soquei a parede com força. A lâmpada do quarto estourou na mesma hora.
Estava sendo difícil, coloquei minha testa encostada do vidro da janela que estava vestida pelo tecido de seda da cortina. Minhas lágrimas desciam e logo ouvi a porta do quarto ser batida três vezes. As pálpebras seladas não me deixavam ver quem entrar no lugar e então senti um forte abraço daquele que com certeza estava sentindo uma forte ira também.
- Eu vou achar o maldito que fez isso, pai... - me virei caindo ao abraço acolhedor e protetor do outro que tentava me dar forças.
- Tudo no momento certo, Alex. Nosso instinto feroz nos obriga a fazer coisas que futuramente poderá nos arrepender.
As palavras dele me fazia controlar aquele estado de nervos em que eu me encontrava.
- Nem sempre a vida nos dá o que queremos, coisas acontecem para nos fazer aprender ser forte e contornar toda a situação.
Ele se afastava colocando as mãos em meus ombros e assim podendo encarar seus olhos frios e firmes.
- Se acalme e lembre-se que você é um pai de família e que agora precisa demonstrar isso para as duas pessoas que seguem o mesmo caminho que você... - levou sua mão ao meu rosto e então apenas tive que assentir e absolver suas palavras que eram fortes e muito significativas.
- Tudo bem... Tem razão. - respirei fundo e demonstrei um sorriso um tanto forçado. Meu pai se virou e caminhou indo para fora do quarto, antes dele sair mencionou ter visto Nathan e Mia próximos do bosque.
- Irei lá. Mais uma vez, obrigado meu pai. - ele saiu e então fiquei mais alguns minutos no quarto antes de sair ao encontro dos dois.

(...)

Caminhando na direção do bosque fiquei a pensar mais formas de tentar desvendar aquele mistério, alguém que me conhecia queria me atingir de alguma forma, não sabia o por quê, mas havia conseguido.
Adentrei pelas árvores que acobertavam aquele espaço verde, olhava para os lados tentando achar por onde eles estariam até que ouvi uma voz feminina falar em um tom elevado, Mia estava junto com Nate e ela estava com seus sentimentos em trabalho de mudança, conhecia um pouco sobre os vampiros, apressei meus passos e então pude encontrá-los  e acabei presenciando a parte final daquela conversa entre os dois.
- O que está acontecendo aqui? - olhei para Nathan que parecia um tanto frio e ao mesmo receoso e depois para Mia que se derramava em lágrimas.
- Mia, o que houve? - fui primeiramente para perto de meu filho o abraçando lhe dando uma proteção contra algo que me pareceu ser uma péssima surpresa.
- Filho. - beijei sua testa e logo me estiquei com a outra mão pegando em Mia a puxando e assim soltei Nate abraçando a loira também beijando seu rosto e afundando sua face em meu abraço.
- Ouvi um pouco da conversa, estava pedindo perdão para Nate, mas por qual motivo? - olhei para o loiro o chamando para ficar perto de nós.
- Perdoar? De que modo, não estou entendendo, o que aconteceu?
Esperava por respostas e as queria o quanto antes.
urging me to abandon what I knew and vanish into the oncoming night.
Copyright © 2014 All Rights Reserved for Lotus Graphics
avatar
Derek Parker
Heretic
Heretic

Mensagens : 56
Data de inscrição : 03/04/2013

Perfil Sobrenatural
Nível: 22
Poderes:
Inventário:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Bosque

Mensagem por Narrador em Sex Fev 06, 2015 11:24 pm




encerramento

Novos posts referentes a este dia serão apagados e o usuário advertido!





© Creado por Theta Sigma
avatar
Narrador
Storyteller
Storyteller

Mensagens : 426
Data de inscrição : 16/04/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Bosque

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum